Making-Of Baked Red Snapper Recipe

|Bilingual Post-Artigo Bilíngue|

||EN|| Did you know that one bit of ceviche packs more than just its amazing taste? On top of many dietitian list, fish is considered to be very healthy for you as it is lower in fat. It’s not only the low fat part that makes it good for you, but it holds as well a key ingredient for our good health, Omega-3 fatty acids. Unfortunately those fatty acids cannot be produced by the human body, so they are acquired by eating vegetables, nuts, flax seeds, flaxseed oil, leafy vegetables, and lastly fish.

Omega-3 fatty acids are polyunsaturated fats with three main types:

  • Alpha-Linolenic Acid (ALA), found in plant oils, flax seed oil, flax seeds, leafy vegetables and nuts.
  • Eicosapentaenoic acid (EPA), and Docosahexaenoic acid (DHA), found in fish.

The human body needs omega-3 fatty acids because besides being a part of cell membranes, they also affect the functionality of the cell receptors in these membranes. With these acids, production of certain hormones can start to regulate body functions. Diet rich in fish has the following benefits and more:

  • Maintain a Healthy Heart: A study shows that people who have a diet rich in fish are less likely to develop heart disease by lowering the blood pressure and the cholesterol.
  • Improve Skin and Hair: Omega-3 fatty acids help improve hair quality and density, and protect the skin from sunburn and ultra-violet effects.
  • Boost Brain Development: Research shows that omega-3 fatty acids, in particular DHA, help with building brain cell membranes, and reduce inflammation. It helps with cognitive and behavioral functioning of the brain.

There are many other benefits for a diet rich in fish. Keep in mind that the quantity of omega-3 fatty acid also depend on the type of fish that is being consumed. It is important that this point is analyzed and well researched in relation to the quantity of mercury in the body, since fish contain it. The following table showing the quantity of omega-3 was taken from Reader’s Digest:

Type of Fish

Total Omega-3 content per 3.5 ounces (grams)

Mackerel

2.6

Trout, lake

2.0

Herring

1.7

Tuna, bluefin

1.6

Salmon; Sardines, canned; Sturgeon, Atlantic; Tuna, albacore; Whitefish, lake

1.5

Anchovies

1.4

Bluefish

1.2

Bass, striped

0.8

Trout, brook; Trout, rainbow

0.6

Halibut, Pacific; Pollock; Shark

0.5

Sturgeon

0.4

Bass, fresh water; Catfish; Ocean perch

0.3

Flounder; Haddock; Snapper, red; Swordfish

0.2

Sole

0.1

For many people, it is a bit hard to add fish to their diet due to dislike of it, price, improper seasoning and perhaps unavailability. Fish is also quite hard to like because many times it is not properly cleaned or taken care of. Instead the fish is left with a very strong taste and odor. The best way to make someone appreciate the fish a bit more is to start with a fish which is less smelly and well taken care of. A well taken care fish means taking off the scales and ending with the cleaning of the inside (gut). Once the fish has been cleaned, a new phase can start: the seasoning. With the proper seasoning at hand, the fish dish will end up tasting so good that you will not believe you’ve done it. In the post Seasoning with Salt and Acidic Component there is a little introduction on seasoning.

It is very important to know about your diet. Despite not knowing much about it, my parents in Angola did take good care of our diet. In my humble home where I live with my parents, the main component of our diet is fish, seafood (shrimp, lobster, crabs, clams, oyster, scallops, octopus, squid, and many others) and greens. Having grown in such environment increased my unknown passion for fish. Nowadays, it is hard to say NO to a nicely prepared fish dish ranging from a simple salmon sashimi to fish in the oven.

Today I have a very nice recipe with red snapper. Red Snapper is a fish from the sea and has a sweet tender white meat. This recipe is perfect for any sort of occasion, a simple dinner or a sophisticated one for your family or in-laws.

 

Red Snapper in the Oven

Ingredients:

Fish

  • 3 kg Red Snapper
  • 4 garlic cloves
  • 1/4 cup salt
  • 1/4 cup lemon/lime juice
  • 1 cup white wine
  • 1 bay leaf
  • 2 tablespoon of olive oil
  • White pepper

Vegetable Sauté

  • Bell pepper (1 red, 1 green, 1 yellow)
  • 1 white onion
  • 2 medium carrots
  • 1-2 tomatoes (diced can)
  • 1/4 cup olive oil (save 2 tablespoons for the vegetables)
  • Salt and pepper for seasoning

Instructions:

The first thing to do is to get the fish properly cleaned, and make cuts that touch the spine/bones of the fish. Let us take look at a diagram to make sure all the parts of the fish are known, and the right ones are removed during the cleaning process.

fish-diagram-worksheet
Image Source

Taking off the scales and opening up the fish are the first steps to a nicely done fish dish. Cut off the fins, and remove all the organs (liver, gonad, intestine, stomach, ventricle, air bladder , gills, conus arteriosus, kidney; basically everything inside). Clean up properly for a good seasoning. In order for the seasoning to get into the fish, you’ll need to make those cuts. The picture below will show how it should be in relation to both cleanness and cuts.

Cleaned fish and cuts done

After the fish is cleaned and placed in a bakeware (glassware can be used as well), prepare the seasoning. Smash the garlic with both salt and bay leaf. Rub the fish with garlic and salt mixture, and add both lemon juice and wine. Make sure the seasoning is put on the cuts as well. Let marinate for at least 30min – 1 hour.

Meanwhile, the vegetables can be washed and cut. They can be cut in any way wished, but I appreciate the way they look cut in Julienne style depicted below. The vegetables can be sauté with olive oil, salt and any additional seasoning you like.

Vegetables cut in julienne style

An hour past marinating the fish, add the tablespoons of olive oil to the fish tray and place it in the oven at 200 ºC (400 ºF) for 40-60 minutes. Watch the fish carefully, making sure that the tray containing the fish does not get dry. In case that happens, add a little bit of wine mixed with water. Add the vegetable sauté on top of the fish, spreading it evenly throughout the tray. Bake it for 20-25 min more and remove it from the oven.

This beautiful fish dish can be served with anything you’d like such as rice, couscous salad, roasted oven potatoes, sweet potatoes, plantain and many more. Such a tasty recipe that you can even eat it plain as in the photo below. Enjoy it.

Until next time, my Hungry people.


Peixe Pargo no Forno

||POR|| Sabia que uma colher de ceviche está cheia de nutrientes para além do sabor exótico? No topo da lista de dieta dos médicos está o peixe, que é considerado ser uma das proteínas mais saudáveis devido aos seus nutrientes e ao baixo teor de gordura. Os nutrientes são imensos, mas os que mais sobressaem são os ácidos graxos ómega 3. Infelizmente por não produzir esses ácidos, o corpo humano normalmente adquire-os de nozes, linhaça, vegetais verdes e peixes.

Os ácidos graxos ómega 3 são ácidos carboxílicos poli-instaturados como o:

  • Ácido alfa-linolênico (ALA), encontrado normalmente em azeites e sementes, óleo de linhaça, vegetais verdes e nozes.
  • Ácidos eicosapentaenóico (EPA) e o docosa-hexaenóico (DHA), encontrado no peixe.

O corpo humano precisa dos ácidos graxos ómega 3 porque para além de fazerem parte das membranas das células, também afecta no funcionamente dos receptores das células nessas membranas. Com esses ácidos, a produção de certas hormonas pode ir avante, o que ajuda a regular certas funções no corpo humano. Uma dieta rica em peixe tem muitos benefícios, incluindo os seguintes:

  • Mantém o coração saudável: Algumas pesquisas demonstram que uma dieta rica em peixe diminui as probabilidades de desenvolver doenças do coração. Isso acontece porque esse tipo de dieta regula a pressão arterial, diminui o colesterol e evita a formação de coágulos de sangue.
  • Melhora o estado da pele e qualidade do cabelo: O ómega 3 melhora a qualidade e densidade do cabelo,
  • Aumenta o desenvolvimento cerebral: Para além de ajudar com o envelhecimento cerebral, o ómega 3 também faz parte do membranas cerebrais, reduz inflamação, e ajuda nas funções cognitivas e de comportamento no cérebro.

A quantidade de ácidos graxos ómega 3 depende do tipo de peixe que está a ser consumido. É importante que isso seja analizado e pesquisado também em relação a quantidade de mercúrio no corpo, sabendo que o peixe também o contém. A seguinte tabela mostrando a quantidade de ómega 3 foi retirada do Reader’s Digest:

Tipo de Peixe

Quantidade de Ómega 3 em 3.5 oz (gramas)

Carapau

2.6
Truta-de-lago

2.0

Arenque

1.7
Atum

1.6

Salmão; Sardinhas enlatadas; Esturjão atlântico; Atum, Albacora; Pescada

1.5
Anchovas

1.4

Robalo riscado

0.8
Truta (Salvelinus fontinalis); Truta-arco-íris

0.6

Halibute do Pacífico; Escamudo-negro; Tubarão

0.5

Esturjão

0.4
Robalo; Bagre; Perca oceânica

0.3

Peixe linguado; Peixe espada; Arinca

0.2

Solhas

0.1

Muito pouco era conhecido por mim em relação a uma dieta rica em peixe, e acho que acontece na maior parte das casas. Comemos o peixe mas não conhecemos bem os benefícios de uma dieta rica nisso. Eu cresci numa casa em que hortaliças, marisco e peixe eram muito consumidos. O meu pais, por exemplo, adicionaram à sua dieta mais comidas saudáveis como a chia, nozes, e linhaça. Suponho que tenha sido esse tipo de dieta que ajudou a revelar a minha paixão escondida pelo peixe. Hoje em dia é muito difícil dizer NÃO a um prato de peixe bem preparado.

Para muitas pessoas, é um bocado difícil adicionar o peixe às suas dietas porque se calhar não gostam da idéia de comer peixe, do seu preço, mau tempero, e sequer disponibilidade. Tenho que admitir ser um bocado difícil de gostar de peixe porque muita das vezes não é bem preparado, e o peixe acaba ficando com um sabor e cheiro muito intenso. A melhor maneira de apreciar um prato de peixe é limpando-o bem e temperá-lo com antecedência.  Não é uma tarefa muito agradável porque as escamas saltam para o seu corpo de vez em quando e retirar a parte interior do peixe é muito trabalhoso. Mas não se assuste com isso, porque a parte divertida começa logo a seguir, temperar. O tempero é de certeza absoluta a parte mais crucial de todo esse processo, com excepção à limpeza do peixe. Por isso é que é mencionado nos artigos Seasoning with Salt e Acidic Component.

Hoje temos aqui uma receita muito boa com o pargo. O pargo é um peixe da água salgada, com a carne tenra e suave. Essa receita é perfeita para qualquer tipo de ocasião, desde um jantar simples a um sofisticado para a família.

DSC01427

Pargo no Forno

Ingredientes:

Peixe

  • 3 kg de Pargo
  • 4 dentes de alho
  • ¼ chávena de sal
  • ¼ chávena de sumo de limão
  • 1 chávena de vinho branco
  • 1 folha de louro
  • 2 colheres de sopa de azeite doce

Molho de legumes

  • 3 Pimentos (vermelho, verde, amarelo)
  • 1 cebola branca/amarela
  • 2 cenouras médias
  • 1-2 tomates frescos ou 1-2 colheres de sopa de tomate enlatado

Preparação:

A primeira coisa a fazer é limpar bem o peixe, e consequentemente dar alguns cortes ao peixe para que o tempero penetre melhor. Vamos dar uma vista de olhos no seguinte diagram para que possamos remover tudo aquilo que não for desejável.

peixeosseo
Diagrama do Peixe

Escamar e abrir o peixe são os primeiros passos a tomar para melhor apreciação do prato. Depois de escamar o peixe, corte as barbatanas, e retire todos os orgãos do peixe (meato urogenital, ânus, bexiga natatória, ovário, instestino, fígado, faringe, estomâgo, rim, tudo o que estiver dentro). Assim que terminar de limpar, já pode começar com a parte divertida da preparação, temperar. Antes de começar a temperar o peixe, lembre-se de que precisa de dar alguns cortes nele. A foto em baixo demonstra como o peixe deve estar em relação a limpeza e aos cortes.

Peixe limpo e cortado
Peixe limpo e cortado

Em seguida, transfira o peixe para um tabuleiro, de vidro de preferência e prepare o tempero. Pise o alho com o sal e a folha de louro até ficar uma mistura homogénea. Distribua a mistura pelo peixe, certificando-se de que uma parte entre nos cortes nele dado. Adicione o limão e o vinho para uma marinada melhor. Deixe marinar entre 30 minutos a 1 hora.

Lave e corte os legumes/vegetais. Eles podem ser cortados de qualquer forma, mas aprecio a maneira como eles ficam cortados no estilo Julienne. Os legumes podem ser refogados com azeite doce, sal e ervas aromáticas que desejar.

Depois de marinar o peixe, adicione o azeite e ponha-o no forno pré-aquecido numa temperature de 200 ºC (400 ºF) durante 40-60 minutos.  Vigie o peixe para que o/a tabuleiro/travessa não fique seca. Caso isso aconteça, adicione um bocado de vinho misturado com água a travessa. Adicione os legumes refogados ao peixe, distribuindo-os igualmente por todo o peixe. Deixe cozer no forno 20-25 minutos adicionais e assim que tostar por cima, retire-o.

Esse prato delicioso pode ser acompanhado com arroz, couscous, salada, batatas coradas, batata doce, banana pão, tudo o que desejar. É tão boa essa receita que pode ser apreciada sem algum acompanhante. Espero que goste.

Até a próxima, Hungry People.

Advertisements

One thought on “Making-Of Baked Red Snapper Recipe

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s